12/08/2020 às 11h02min - Atualizada em 12/08/2020 às 11h02min

MT bateu novo recorde histórico no volume exportado de carne bovina, o montante correspondeu ao valor de US$ 153,70 milhões

A arroba do boi gordo teve a um leve aumento chegando a R$200 em algumas cidades, o preço do bezerro de ano ficou em R$ 1.863,47

Redação com assessoria
IMEA MT
-
Em julho, foi realizado o segundo levantamento das intenções de confinamento neste ano em MT. Em relação à primeira entrevista, foi observado aumento de 11,00% na quantidade de cabeças que poderão ser confinadas em 2020, totalizando 641,07 mil bovinos.

No entanto, esta quantidade ainda é 22,22% menor do que a de 2019. Além da menor disponibilidade de bovinos em 2020, o gap de animais do primeiro ciclo, quando geralmente há bons volumes de gado na entrada da seca, permitiu a valorização da arroba e animou alguns confinadores.

No entanto, foi observado que nem todos conseguiram mudar de estratégia a curto prazo, uma vez que a maior parte dos incrementos foi dos grandes confinadores.

Além disso, entre um levantamento e outro houve a desativação de 12 propriedades, principalmente de pequeno porte, o que demonstra a dificuldade de se sustentarem na atividade, devido aos elevados custos de produção. 

• O mercado do boi e da vaca gorda teve mais uma semana de valorizações. O boi gordo teve uma variação positiva de 1,94%, com preço médio de R$ 195,84/@. Já a vaca teve um aumento de 1,58% e ficou na média de R$ 184,17/@.

• No comparativo semanal, a escala de abate teve um aumento de 0,20 dia, ficando próxima dos patamares de 6,60 dias.

• No atacado, a pouca oferta de animais e a preocupação de abastecer o varejo para o fim de semana fizeram com que o equivalente físico fechasse a semana passada em alta. Com isso, a média ficou em R$ 191,82/@, uma valorização de 2,42% em relação à semana anterior.

• Com a elevação da arroba do boi gordo, somada a um leve aumento na cotação do bezerro de ano, a relação de troca boi/bezerro fechou a semana passada em 1,80 cab./cab., alta de 0,96% no comparativo semanal.

NOVO RECORDE:

Em julho, MT bateu novo recorde histórico no volume exportado de carne bovina (Toneladas Equivalente Carcaça-TEC). No mês, foram comercializadas 49,08 mil TEC, maior montante da série histórica desde jan/97.

Em termos de faturamento, o montante correspondeu ao valor de US$ 153,70 milhões. Estes números são 41,42% e 48,78% maiores em relação a jul/19, respectivamente. Porém, mesmo com a máxima histórica de volume, o preço do quilo exportado teve uma queda de 5,97%, no comparativo mensal, com a média de US$ 3,13.

O mercado chinês não esteve entre os 10 melhores pagadores pela proteína, cotada a US$ 3,23/kg e decréscimo mensal de 5,31%. Os maiores preços foram oriundos de países europeus, no entanto representaram apenas cerca de 4,30% do total exportado.

É válido ressaltar que os EUA têm aumentado sua demanda desde mai/20 (em julho compraram 13,88 vezes mais do que em maio) e neste mês também estiveram entre os melhores preços pagos

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se você é produtor rural, qual a sua principal atividade agrícola?

11.3%
5.2%
8.5%
3.8%
8.5%
31.9%
6.6%
10.8%
3.8%
2.8%
4.2%
2.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp