30/07/2020 às 10h10min - Atualizada em 30/07/2020 às 10h10min

Algodão: diante de uma menor produção nos EUA, o Brasil poderá se beneficiar com tal cenário.

No mês de julho os contratos de dez/20 e jul/21 de pluma de algodão apresentaram uma desvalorização na última semana, ficando cotados na média do estado em R$ 99,31/@ e R$111,18/@

Redação com assessoria
IMEA MT
Evolução da safra 20/21:
O Departamento de agricultura dos EUA divulgou o relatório de acompanhamento da safra 20/21 do algodão americano, trazendo novas perspectivas no desenvolvimento das lavouras.

Com isso, segundo o USDA, 84,00% das áreas cultivadas encontram com algodão em emergindo e 42,00% estão em processo de formação das maçãs.

Além disso, 49,00% da safra está em condições boas ou excelentes, percentual bem abaixo do que foi visto no ano passado e na média dos últimos cinco anos. Tal cenário está atrelado ao principal produtor do país, o Texas, que vem enfrentando seca em algumas regiões do estado.

Para se ter uma ideia, apenas 31,00% das lavouras se encontram em status de boa ou excelente. Assim, diante de uma menor produção nos EUA e um possível agravamento das tensões entre a China e os EUA, o Brasil poderá se beneficiar com tal cenário.

• Mesmo com o avanço da colheita da safra 19/20 e restando poucos lotes da safra 18/19, o preço Imea-MT fechou em R$ 87,39/@ na média do estado, aumento de 1,62% em relação à semana passada

• Ainda pautado sobre a reforma tributária, aliado ao acordo da União europeia para auxílar os demais países do bloco, o valor do dólar fechou a R$ 5,20/US$, com uma retração de 2,93%.

• Os preços dos subprodutos de algodão mato-grossense fecharam a semana em queda, com isso, o caroço, a torta e o óleo apresentaram recuo de 3,48%, 0,55% e 2,13%, respectivamente.

• Na última semana a colheita do algodão mato-grossense avançou 12,10 p.p., alcançando até sexta-feira (24/07) 26,60% das áreas colhidas. Assim, os trabalhos a campo continuaram a frente da safra passada, com uma diferença de 1,24 p.p. 

DE OLHO NA PARIDADE:

No mês de julho os contratos de dez/20 e jul/21 de pluma de algodão apresentaram uma desvalorização na última semana, ficando cotados na média do estado em R$ 99,31/@ e R$111,18/@, respectivamente. Ao analisar a paridade de exportação para jul/21 em SapezalMT (principal município produtor do estado), o preço médio ficou próximo a R$ 110,41/@, um valor bem acima do ponto de equilíbrio para a safra 20/21.

Dessa forma, mesmo com o recuo do basis e as cotações da pluma na bolsa de NY não demostrando grandes recuperações, o alto patamar de preço da paridade se mantém, devido à moeda norte-americana ter ficado acima de R$ 5,00/US$ até o momento.

Diante do atual cenário de queda na demanda e de recuperação lenta nas principais economias dos compradores da fibra, fica a preocupação quanto ao dólar, visto que a moeda já vem sustentando o preço no mercado há vários meses e na última semana se desvalorizou, deixando as cotações pressionadas.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se você é produtor rural, qual a sua principal atividade agrícola?

11.3%
5.2%
8.5%
3.8%
8.5%
31.9%
6.6%
10.8%
3.8%
2.8%
4.2%
2.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp