24/10/2022 às 09h56min - Atualizada em 24/10/2022 às 09h56min

Soja: negóciação segue lenta no mercado interno e preços estão em queda

Atenção dos produtores está voltada a semeadura da safra 22/23

Emerson Luís Calcanhoto
Cepea
-
Segundo informações do Cepea a liquidez no mercado interno de soja está lenta e os preços, em queda. Os pesquisadores do instituto apontam que os produtores estão com atenções voltadas à semeadura da temporada 2022/23 e no momento evitam negociar o excedente da safra 2021/22.


Além disso, a desvalorização do dólar e a queda nos prêmios de exportação na semana passada também desestimulam os negócios.


No campo, as chuvas em setembro geraram otimismo entre sojicultores nacionais, mas, agora, o excesso de umidade na região Sul e Sudoeste do Brasil vem limitando e até mesmo interrompendo os trabalhos de campo. Em algumas áreas do sudeste do Paraná, tem sido necessário o replantio.



CONFIRA A COTAÇÃO NOS ESTADOS - MERCADO FÍSICO:



No mercado gaúcho, em Não-Me-Toque e em Panambí a soja está cotada a R$ 170.


No Paraná, em Londrina 
está cotada a R$ 166, em Pato Branco a R$ 171 a saca.


Em Rondonópolis a saca segue comercializada a R$ 171,30, em Sorriso a R$ 162,50.


No mercado de Goiás, em Rio Verde e Jataí o preço é de R$ 162 por saca.


Em Maracajú e 
em Campo Grande é cotada a R$ 171.


No Oeste da Bahia, em Luís Eduardo Magalhães está negociada a R$ 162 por saca.



FARELO DE SOJA


Para o farelo de soja a cotação no início da semana é de R$ 2.800,00 a tonelada no Rio Grande do Sul e a R$ 2.650,00  a tonelada em Rondonópolis-MT.




 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp