04/08/2022 às 09h42min - Atualizada em 04/08/2022 às 09h42min

Cuidados com bezerros são fundamentais para garantia de um gado saudável e carne de qualidade

Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), o médico-veterinário Nilton Mesquita, elencou as principais medidas que podem ser adotadas para garantir a saúde do animal, prevenir doenças e diminuir os índices de morbidade e mortalidade

Redação com assessoria
Acrimat
-

O cuidado com a saúde dos bovinos em todas as fases da vida deve ser prioridade para o produtor que quer evitar prejuízos e garantir a qualidade da carne bovina produzida. Por isso, a atenção começa antes mesmo do nascimento dos bezerros, por meio da adoção de boas práticas de higiene, de nutrição e sanidade.

 

O gerente de relações institucionais da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), o médico-veterinário Nilton Mesquita, elencou as principais medidas que podem ser adotadas para garantir a saúde do animal, prevenir doenças e diminuir os índices de morbidade e mortalidade.

 

A principal medida que o produtor deve ter atenção é em relação a alimentação, de modo que estes cuidados devem ser levados em conta ainda durante a gestação do feto.  Vacas com dietas equilibradas produzem bezerros mais saudáveis, mais resistentes a enfermidades e mais pesados.

 

Após o nascimento, o produtor deve manter os seus animais em pastagem de boa qualidade, ter água potável, limpa e disponível à vontade. Além disso, a adição de suplementos minerais balanceados também permite conseguir o melhor desempenho dos animais. 

 

“A mortalidade até a desmama é considerada um dos mais importantes parâmetros para avaliação do estado sanitário do rebanho de uma propriedade. As maiores taxas de mortalidade ocorrem nessa faixa etária e por isso a maior atenção do criador tem que ser voltada para essa categoria. Nas primeiras semanas de vida, os bezerros necessitam de maiores cuidados e proteção”, explicou.

 

No caso dos recém-nascidos, é preciso atenção redobrada quanto à cura do umbigo, para evitar enfermidades. Além disso, por nascerem praticamente sem anticorpos, os bezerros dependem do colostro da mãe para adquirir resistência às doenças.

 

Segundo o veterinário, os anticorpos maternos são transferidos pelo colostro e são absorvidos integralmente no intestino dos bezerros. Desse modo, é fundamental que os recém-nascidos mamem o colostro logo nas primeiras horas de vida, alerta Nilton Mesquita. 

 

Prevenção de doenças – Com a adoção dos cuidados com os bezerros, várias doenças podem ser evitadas, como as infecções gastrintestinais, diarreias, doenças respiratórias e até infestações de carrapatos – que são muito frequentes em bezerros.

 

Outra doença que causa muito prejuízo aos bovinos e ao homem é a brucelose. Por isso, a vacinação é obrigatória em todas as bezerras de mais de 3 até 8 meses de idade. O produtor também deve se atentar a vacinação contra clostridioses, infecção que tem maior incidência em animais até 2 anos de idade e que causam grandes perdas.

 

“Animais bem cuidados em todas as fases da vida, desde a intra uterina até o abate, são a garantia de bem estar, melhor desempenho e carne de qualidade”, afirmou o médico veterinário.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp