27/04/2022 às 11h55min - Atualizada em 27/04/2022 às 11h55min

Preço dos insumos agropecuários têm forte alta nos primeiros meses de 2022

Diversos produtos apresentaram alta, desde corretivos, fertilizantes, herbicidas, sementes e até mesmo máquinas e tratores. Trator de 100 CV subiu 31,14%

Assessoria
Faesp / Senar-SP
-

Os preços de inúmeros insumos agropecuários apresentaram forte alta no início deste ano. Foi o que indicou a edição nº 2, de abril de 2022, do Boletim FAESP/SENAR-SP de Insumos Agropecuários, que faz o acompanhamento de valores em vigor no Estado de São Paulo, a partir de dados fornecidos pelo Instituto de Economia Agrícola da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (IEA-SAA/SP). A referência é janeiro deste ano.

 

No grupo de corretivos e fertilizantes, o calcário subiu 10,75% no mês. O formulado 05-25-25 veio a seguir, com 6,74% de alta mensal. A terceira maior alta mensal foi do formulado 04-20-20, que subiu 5,66%, enquanto a quarta posição foi do Termosfosfato, com acréscimo de 5,29%.



Os herbicidas também tiveram forte alta mensal, como o Artys (56,56%). Também foi o caso do Glifosato 480, que subiu 38,50% no mês, do Dontor (34,83%) e Primestra Gold (16,41%).



O Fungicida Priori Extra teve alta mensal de 20,19%. Já entre os inseticidas, o Pottente subiu 57,77%.



No segmento de máquinas e tratores, o trator de 100 CV subiu 31,41%; e no caso de potência de 80-90 CV, o reajuste foi de 19,96%.



No grupo sementes, destacam-se as variações nos preços das sementes de feijão (13,29%), Trigo (9,54%) e Soja (9,41%).



Além dos valores de referência de janeiro, o boletim mostra a variação do preço médio dos últimos 3, 6 e 12 meses de vários insumos como fertilizantes, defensivos agrícolas, maquinário, sementes, rações e outros produtos utilizados no setor rural. Análise dos preços nessas janelas revela, por exemplo, que o Glifosato 480 teve acréscimo anual de preço na ordem de 375,12%.



LEIA TAMBÉM:



Mancha alvo já está incidindo na soja safra 2021/22




Cuidar da vida microbiana do solo gera economia para o agricultor



Integrar lavoura, pecuária e floresta proporciona menores perdas de solo, água e nutrientes que no Plantio Direto



Sistema de plantio direto na lavoura de mandioca aumenta em 50% a produtividade por hectare



Você conhece a diferença entre o Plantio Direto e Sistema Plantio Direto (SPD)?


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp