14/04/2022 às 10h24min - Atualizada em 14/04/2022 às 10h24min

Suíno: com vendas aquecidas o preço teve alta em todas as praças

Praça de SP registrou alta de 9,65% com preço do suíno vivo negociado a R$ 5,91/kg. Confira aqui as cotações!

Redação com assessoria
CEPEA/Esalq
-
Os preços do suíno vivo no mercado independente se elevaram na maioria das praças acompanhadas pelo Cepea nesta semana.



Com preço mais competitivo frente a outras carnes, as vendas do vivo e da carcaça estão aquecidas. Além disso, a proximidade do fim da Quaresma e a expectativa de temperaturas mais amenas têm levado compradores a iniciarem a criação de estoques de carne suína.



Apesar das recentes altas nos preços do suíno vivo, as desvalorizações registradas no começo deste mês fazem com que a média da parcial de abril ainda esteja inferior à de março.



CUSTO DE PRODUÇÃO


 

A Embrapa Suínos e Aves divulgou o relatório mensal dos custos de produção de frangos de corte e de suínos nesta quarta-feira, 13, e segundo a entidade os custos voltaram a subir.



Os estudos publicados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa. O ICPSuíno (custo de produção) aumentou 3,43% no mês de março em relação a fevereiro, fazendo o índice chegar aos 452,06 pontos. 



 

A alta no ICPSuíno (custo de produção) foi influenciada pela variação de 2,93% nas despesas operacionais com a alimentação dos animais, que representou 83% do custo total de produção de suínos.



Com isso, o custo total de produção por quilograma de suíno vivo produzido em sistema tipo ciclo completo em Santa Catarina aumentou R$ 0,26 no mês, chegando aos R$ 7,90. Somente nos primeiros três meses do ano, o ICPSuíno já subiu 12,87%.

 

 
CONFIRA AS COTAÇÕES 

 
 
Nesta quinta-feira, 14, segundo o Cepea, o indicador do suíno vivo em Minas Gerais está cotado a R$ 5,78 o quilo, posto no frigorífico, alta de 5,67% com relação a 1° de abril.


A praça de São paulo tem o suíno vivo cotado a R$5,91 o quilo, posto no 
frigorífico. Registrando alta de 9,65% com relação ao início do mês.


No Paraná está cotado em R$4,74 o quilo, a retirar na granja, leve alta de 0,42%.


Em Santa Catarina o preço é de R$4,70 o quilo, a retirar, e no Rio Grande do Sul segue cotado a R$4,91 o quilo.







Para a carcaça suína especial o preço praticado nesta quinta-feira, 14, é de R$8,30 o quilo, alta de 1,34% no mês de abril com relação ao preço praticado em março.








LEIA TAMBÉM:



Suinocultura: preço do suíno vivo chega a R$6,07/kg em MG e R$5,39/kg no PR




Custo de produção dos suínos tem alta de 6,78%





Suinocultura: Com baixo preço da carne e alta no preço do milho a relação de troca já é a pior da história





Suinocultores de Santa Catarina e Rio Grande do Sul tem prejuízo de R$300,00 por animal vendido





Suinocultores de Mato Grosso tem prejuízo de até R$ 180 por animal vendido

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp