04/04/2022 às 10h39min - Atualizada em 04/04/2022 às 10h39min

Soja: Preços caem aproximadamente 7,6% na última semana de março

Conjunto de fatores como queda do dólar e área recorde semeada nos EUA afetaram o preço da commoditie no fim de março

Redação com assessoria
CEPEA/Esalq e outros
-
Os preços da soja caíram no Brasil nos últimos dias, pressionados pela desvalorização do dólar frente ao Real, de 1,7% entre 25 de março e 1º de abril – considerando-se a média mensal, a queda da moeda norte-americana foi de 4,4% de fevereiro para março, a R$ 4,97 no último mês, a menor nominal em dois anos.



Segundo pesquisadores do Cepea, as cotações domésticas também foram influenciadas por estimativas do USDA indicando aumento da área de soja nos Estados Unidos na safra 22/23. O Departamento estima que a semeadura norte-americana some 91 milhões de acres (36,8264 milhões de hectares), um recorde.



Além disso, o avanço da colheita da safra 21/22 na América do Sul também pesou sobre os valores internos da oleaginosa, mesmo que o volume total a ser produzido seja bem menor que o da temporada anterior.



Entre 25 de março e 1º de abril, os Indicadores ESALQ/BM&FBovespa – Paranaguá (PR) e CEPEA/ESALQ – Paraná cederam significativos 7,6% e 5,6%, com respectivos fechamentos de R$ 178,54 e de R$ 178,94/saca de 60 kg na sexta-feira, 1º.



Ainda assim, de fevereiro para março, a média do Indicador Paranaguá subiu 2,3%, a R$ 199,60/sc de 60 kg, a segunda maior da história, em termos reais (valores deflacionados pelo IGP-DI de fevereiro/22), abaixo apenas da de novembro/20.



O Indicador Paraná avançou 2,2% de fevereiro para março, a R$ 195,85/sc de 60 kg, o maior desde novembro/20, em termos reais.


 

Uso de calagem aumenta a produtividade em até 15 sacas por hectare 



 
CONFIRA A  COTAÇÃO NOS ESTADO:

 
No mercado gaúcho, em Não-Me-Toque e em Panambí a soja está cotada a R$ 178.


No Paraná, em Londrina o preço é de R$ 171, em Cascavel e Pato Branco está cotada a R$ 174 a saca.


Em Rondonópolis a saca segue comercializada a R$ 164,30, Sorriso a R$ 157 e em Tangará da Serra a R$ 160.


Nos mercados de Jataí e de Rio Verde em Goiás o preço é de R$ 160 por saca.


Em Amambaí a soja é vendida a R$ 167 a saca e em Campo Grande a R$ 167.


No Oeste da Bahia e em Luís Eduardo Magalhães está negociada a R$ 158 por saca.




FARELO DE SOJA


Para o farelo de soja a cotação no início da semana é de R$ 2.650,00 a tonelada no mercado do Rio Grande do Sul e a R$ 2.600,00  a tonelada em Rondonópolis.




 



LEIA TAMBÉM:



 

Sistema de plantio direto na lavoura de mandioca aumenta em 50% a produtividade por hectare




Integrar lavoura, pecuária e floresta proporciona menores perdas de solo, água e nutrientes que no Plantio Direto




 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp