04/04/2022 às 10h19min - Atualizada em 04/04/2022 às 10h19min

Milho: mesmo com queda na cotação na última semana de março o preço da saca teve alta de 3% sobre fevereiro

Queda foi motivada por vendedores que tiveram necessidade de “fazer caixa” e estavam mais flexíveis nos valores de negociação.

Redação com assessoria
CEPEA/Esalq
-
Os preços do milho seguem acumulando quedas no mercado brasileiro. No geral, o movimento de baixa esteve mais intenso no início da última semana, quando vendedores, com necessidade de “fazer caixa”, estavam mais flexíveis nos valores de negociação.



Já a partir da quarta-feira, 30, muitos produtores se afastaram do spot nacional, reduzindo o ritmo de desvalorização do cereal. Do lado comprador, segundo colaboradores do Cepea, boa parte já havia aproveitado os menores preços no começo da semana e recomposto os estoques e, nesses últimos dias, também reduziram as aquisições.



Nesse cenário, a liquidez esteve menor. Entre 25 de março e 1º de abril, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) caiu fortes 5,1%, fechando a R$ 92,04/saca de 60 kg na sexta-feira, 1º.



Já a média mensal do Indicador foi de R$ 99,69/sc em março, alta de 3% sobre a de fevereiro. 


 

Milho volta a fechar semana em alta após quedas consecutivas nas cotações



 
CONFIRA A  COTAÇÃO NOS ESTADO:

 
No mercado gaúcho, em Não-Me-Toque e em Panambí o milho está cotado a R$ 84.


No Paraná, em Londrina o preço é de R$ 79, em Cascavel R$ 80 e em Pato Branco está cotado a R$ 80,50 por saca.


Em Rondonópolis a saca segue comercializada a R$ 85, Sorriso a R$ 62 e em Tangará da Serra a R$ 79.


Nos mercados de Jataí e de Rio Verde em Goiás o preço é de R$ 75 por saca.


Em Amambaí a saca é vendida a R$ 78 a saca e em Campo Grande a R$ 80.


No Oeste da Bahia e em Luís Eduardo Magalhães está negociado a R$ 80 por saca.





LEIA TAMBÉM:



Sistema Antecipe diminui riscos de plantio para milho safrinha



Sistema de plantio direto na lavoura de mandioca aumenta em 50% a produtividade por hectare




Integrar lavoura, pecuária e floresta proporciona menores perdas de solo, água e nutrientes que no Plantio Direto



Uso de calagem aumenta a produtividade em até 15 sacas por hectare




 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp