01/04/2022 às 10h42min - Atualizada em 01/04/2022 às 10h42min

Cotação do frango tem forte alta em março e demanda externa elevada deve sustentar os preços

Para o frango abatido e resfriado a alta foi de 23,62% e para o congelado 24,55%

Redação com assessoria
CEPEA/Esalq
-
Desde os pintainhos até os cortes e miúdos, os preços internos de todos os produtos da avicultura de corte acompanhados pelo Cepea registraram forte aumento em março.



A movimentação, que se acentuou na segunda quinzena do mês, está atrelada sobretudo à maior demanda externa, devido ao conflito no leste europeu. Isso porque a Ucrânia, assim como o Brasil, é uma importante fornecedora mundial de carne de frango, e com o início dos conflitos, muitos compradores globais se voltaram ao mercado brasileiro.



Além do incremento na demanda, os elevados custos de produção – desde os insumos consumidos na criação de pintainhos, passando pela ração (milho e farelo de soja), até custos com transporte e da indústria (como combustíveis e energia elétrica) – levam agentes do setor a repassarem tais reajustes aos valores de venda de seus produtos, reforçando o avanço nas cotações.



No entanto, vale ressaltar que, mesmo diante dos custos altos, parte dos avicultores tende a elevar a produção, atraídos pela demanda internacional aquecida. 




CONFIRA A COTAÇÃO:

 
O frango vivo foi negociado a R$5,68 o quilo no Paraná nesta sexta-feira, e em Santa Catarina o preço teve uma queda forte e segue cotado a R$4,03 o quilo. 



Para o frango abatido e resfriado o preço é de R$ 7,85/kg no mercado paulista.







De acordo com o acompanhamento mensal, o produto apresenta uma variação positiva de 23,62% em março.



Para o frango congelado segue cotado a R$7,56 o quilo no estado de São Paulo, uma variação positiva de 24,55% com relação ao dia 1° de março.






 

LEIA TAMBÉM:




Avicultura: A importância da qualidade da água no desempenho dos lotes





Avicultura: Preço do frango vivo e da carne apresentam queda neste início de mês




Com preço do milho alcançando R$100/sc, não seria hora de buscar outra fonte de energia para as rações?




Preço do frango vivo recua sendo comercializado a R$4,90/kg na segunda semana do ano




Avicultura: Relação de troca na avicultura de postura é a pior da história

 


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp