31/03/2022 às 11h45min - Atualizada em 31/03/2022 às 11h45min

Adubação em Sistemas Integrados: princípios e sequestro de carbono será tema de Encontro Mato-grossense de ILP

A quarta edição do Encontro Mato-grossense de Integração Lavoura-Pecuária acontecerá nos dias 08 e 09 de abril de 2022 em formato presencial no município de Rondonópolis (MT)

Assessoria
Aliança SIPA
-
A quarta edição do Encontro Mato-grossense de Integração Lavoura-Pecuária acontecerá nos dias 08 e 09 de abril de 2022 em formato presencial no município de Rondonópolis (MT), com o tema intitulado “Integrando Lavoura, Pecuária, Gestão e Sustentabilidade”.


O evento é realizado pela Aliança SIPA, uma iniciativa que promove a cooperação entre os setores público e privado no fomento e incentivo de Sistemas Integrados de Produção Agropecuária sob pilares da intensificação sustentável; e pelo grupo GPISI, da Universidade Federal de Rondonópolis. Ainda, são apoiadores o Programa Rural Sustentável - Cerrado (PRS Cerrado) e o Programa REM MT (REDD Early Movers Mato Grosso).


O objetivo do evento é reunir produtores, técnicos e especialistas em um formato dinâmico e com interação entre todos os públicos, discutindo não só as inovações na Integração Lavoura-Pecuária como também os pilares da Sustentabilidade e Gestão na fazenda, tudo isso em um ambiente propício para negócios.


O primeiro dia do Encontro acontecerá no Parque de Exposições e contará com uma programação repleta de palestras e debates divididos entre três painéis: Sustentabilidade, Gestão e Intensificação Sustentável. Ao final do dia haverá um happy hour para os participantes. Já o segundo e último dia do encontro será realizado na Fazenda Guarita, em forma de dia de campo, o qual será composto por quatro estações no experimento “Adubação de Sistemas como alternativa para intensificação sustentável em SIPA no Cerrado” conduzido pela Aliança SIPA por meio do grupo GPISI desde 2019. A manhã será finalizada com uma churrascada e boa moda de viola.


Um dos assuntos que serão abordados no evento será ‘Adubação em Sistemas Integrados: princípios e sequestro de carbono’, dentro do painel sobre Intensificação Sustentável. Segundo a palestrante, a professora Dra. Tangriani Simioni Assmann da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR/Pato Branco), os fertilizantes aplicados na fase pastagem de um sistema de produção integrado são aproveitados mais eficientemente do que aqueles aplicados na fase lavoura.


“Grande parte desses nutrientes aplicados é reciclada para o sistema de produção via dejeto animal e é aproveitada novamente pelo cultivo plantado na sequência (milho, soja, algodão etc.). Todas essas características fazem com que áreas cultivadas em sistemas de produção integrados sejam altamente produtivas, lucrativas e sustentáveis. A adoção de sistemas de produção mais sustentáveis, tais como os sistemas integrados de produção agropecuária e de práticas de fertilização diferenciadas surgem como alternativa aos sistemas de cultivo tradicionais, com grande potencial para promover melhorias da qualidade do solo, especialmente em relação ao aumento dos estoques de carbono a curto e a longo prazo”, explica a palestrante.

 
A programação completa pode ser acessada pelo site https://bityli.com/ivemtilp .














 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp