23/02/2022 às 10h23min - Atualizada em 23/02/2022 às 10h23min

Manutenções preventivas em tratores evita contratempos e reduz gastos no período de preparação da colheita

Revisão nos equipamentos agrícolas deve estar inserida no checklist para garantir bons lucros ao produtor e melhor desempenho do trator

Redação com assessoria
Agritech
-

O planejamento e a manutenção preventiva nos tratores no período pré-colheita possibilitam que o produtor evite contratempos. A exemplo da preparação da colheita de café que, dependendo da região se inicia em abril, as revisões nos equipamentos agrícolas neste período podem contribuir na garantia de bons lucros ao produtor, com produtos de boa qualidade.

 

Além dos tratos culturais do café ou das frutas, por exemplo, que demandam cuidados especiais na terra para assegurar a evolução de desempenho de produção, minimizando fatores externos que possam comprometer a produtividade da safra, o produtor precisa ficar atento com a revisão das máquinas agrícolas para aumentar também a produtividade da lavoura e manter a durabilidade dos próprios produtos que foram adquiridos com esforço. Além de evitar possíveis adversidades, a manutenção preventiva dos equipamentos reduz gastos.

 

“A manutenção preventiva minimiza o risco de a máquina quebrar durante períodos que são importantes do manejo da cultura em que ela é utilizada”, alerta o coordenador de Vendas da Agritech, Cesar Roberto Guimarães de Oliveira.    

 

Além do financeiro, as inspeções de prevenção também estão diretamente vinculadas à segurança da operação e do próprio operador, pontos essenciais para um bom funcionamento da propriedade rural.

 

De olho na revisão
 

Muitos proprietários de tratores ainda têm certa resistência na hora de mandar suas máquinas para a revisão, pois acreditam que não há problema em trabalhar com o equipamento tendo seus lubrificantes e componentes vencidos.



“Sempre orientamos nossos clientes para que realizem as revisões dentro dos períodos estipulados. Frisamos que isso diminui as despesas com manutenções e aperfeiçoa a utilização das máquinas, aumentando a produção agrícola e a vida útil dos equipamentos”, ressalta o coordenador de Vendas da Agritech.


 

Vale salientar que, se vencer o prazo estipulado para a revisão de fábrica das máquinas, as peças e produtos perdem a garantia, caso seja preciso realizar algum ressarcimento durante as revisões.

 

Muitos proprietários de tratores ainda têm certa resistência na hora de mandar suas máquinas para a revisão, pois acreditam que não há problema em trabalhar com o equipamento tendo seus lubrificantes e componentes vencidos. “Sempre orientamos nossos clientes para que realizem as revisões dentro dos períodos estipulados. Frisamos que isso diminui as despesas com manutenções e aperfeiçoa a utilização das máquinas, aumentando a produção agrícola e a vida útil dos equipamentos”, ressalta o Coordenador de Vendas da Agritech.
 

Filtro de ar
 

Diariamente, os tratores agrícolas são expostos a condições extremas, com excesso de poeira e partículas no ar, que são aspirados diretamente pelo sistema de alimentação do motor. Pelo filtro de ar passa todo o oxigênio a ser queimado junto com o combustível. Seu bom desempenho e durabilidade dependem da qualidade do ar que é aspirado e, justamente pela importância desse ar, a manutenção deste componente deve ser realizada com muita atenção.

 

O filtro pode e deve ser limpo até o limite de cinco vezes, seja pelo período de horas, ou quando o indicador de restrição disparar. “É importante ter um controle da manutenção do filtro de ar, registrando itens como data da limpeza, horas e nome do executante do procedimento. Outra opção é fazer uma marca com tinta ou pincel atômico na parte frontal do elemento para indicar a quantidade de limpezas executadas”, explica Cesar.
 

Sistema de combustível
 

A revisão periódica no sistema de combustível é essencial para evitar a sua danificação e garantir o bom funcionamento do trator. Mas alguns cuidados devem ser tomados e observados rotineiramente.

 

Antes de dar partida no trator, é fundamental esgotar a água e demais impurezas presentes no filtro separador (pré-filtro), e observar o anel de coloração vermelha: se estiver boiando é um indicador da presença de água no combustível. A não realização da drenagem pode causar problemas sérios, como aquecimento do sistema de combustível e danificação do equipamento.

 

O tanque de combustível do trator deve ser vedado sempre com a tampa original para impedir a entrada de poeira ou contaminação. Além disso, ao final de cada dia de trabalho, o tanque de combustível deve ser reabastecido. Esse procedimento evita a condensação de vapor no tanque, que pode ocorrer durante a noite.


Nível de óleo

 

O nível de óleo lubrificante do motor deve ser verificado regularmente. Para realizar esse procedimento, desligue o motor 10 minutos antes de fazer a verificação. Com o equipamento posicionado em um terreno plano, cheque se o óleo está entre as marcações de nível máximo e mínimo na vareta indicativa. Caso esteja abaixo do mínimo, é necessário completar o nível de óleo imediatamente.

 

“É muito importante tomar os devidos cuidados com óleo e filtros usados. Nunca descarte esses itens no meio ambiente, pois podem causar danos irreparáveis. Óleos e filtros devem ser sempre descartados em postos de coleta autorizados”, reforça o Coordenador de Vendas da Agritech.


 

LEIA TAMBÉM

Confira estas 7 dicas para que alta do diesel impacte menos no custo da produção


John Deere anunciou para este ano o início das vendas do seu trator autônomo controlado pelo celular





Drones fazem a contagem automática de plantas na lavoura por imagens


 

John Deere apresenta trator elétrico autônomo e drone gigante em feira digital Alemã





Revisão regular nas máquinas agrícolas evita prejuízos ao agricultor

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp