08/02/2022 às 10h53min - Atualizada em 08/02/2022 às 10h53min

Boi: arroba tem queda de 1,41% na semana devido ao recuo na demanda do mercado

​No mercado de MT, nesta terça-feira, (8), a @ do boi gordo está cotada em R$306,30 na média, a vaca gorda a R$ 294,16/@. O bezerro de ano a R$3.047,20 a cabeça.

Redação com assessoria
IMEA MT
-

O mercado da carne bovina está parado e segundo o IMEA-MT, à menor oferta de animais, aliado ao recuo na demanda do mercado pressionou a arroba em 1,41%, a qual finalizou a semana na média de R$ 306,02.


Com a estagnação do consumo doméstico, a cotação da vaca gorda apresentou recuo de 0,74% e fechou na média de R$ 293,97/@. 


Diante da baixa procura por animais de reposição, as cotações do bezerro de ano recuaram 2,30% ante a semana passada e o indicador ficou em R$ 3.047,20/cab.



Nesta terça-feira, (8), a @ do boi gordo está cotada em R$306,30 na média em MT.
A vaca gorda a R$ 294,16/@.







DDG entrando em cena


Apesar do atual período das águas, parte dos produtores começam a se planejar para os confinamentos no estado. Nesse viés, assim como nos últimos anos, o dispêndio com a suplementação dos animais tem sido um fator de alerta, visto que a tendência para 2022 é de preços elevados.


No entanto, o DDG (32% PB) tem sido uma alternativa para contornar esse cenário. Para se ter ideia, seu preço em jan.22 registrou a média de R$ 1.390,78, recuo de 5,08% quando se compara com o mesmo período do ano passado.


Além disso, ao analisar o comparativo com os principais concentrados proteicos, o DDG foi precificado a R$ 4,96/kg de PB em jan.22, enquanto o farelo de soja (46% PB) girou em torno de R$ 6,10/kg de PB no mesmo período; demonstrando sua maior competitividade no mercado.


Por fim, com a tendência de maior processamento de milho para produção de etanol na próxima safra, esperam-se preços ainda mais atrativos de DDG.




O mês de jan.22 foi marcado por chuvas mais intensas que o observado no mesmo período do ano passado e este cenário deve se manter para o mês de fev.22.


A boa condição climática proporcionou aos criadores uma melhor qualidade dos pastos e os animais começaram a ser retidos para engorda dentro da porteira. Para jan.22, houve um aumento nos volumes de chuvas na maioria das regiões de Mato Grosso.


Esse cenário, inclusive, impactou na formulação dos preços no estado, uma vez que a baixa oferta de animais tem feito as negociações caminharem para cima ante a demanda aquecida do mercado externo.


Para o curto prazo, espera-se que as proporções das chuvas se mantenham entre 300 a 500 mm em grande parte do território, exceto em alguns municípios como Vila Rica e Canabrava do Norte, por exemplo, que tendem a registrar chuvas entre 200 e 300 mm.


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp