02/02/2022 às 10h20min - Atualizada em 02/02/2022 às 10h20min

Cotação do algodão sobe 9% em janeiro. Em Mato Grosso @ chegou a R$228,32.

Torta de algodão teve alta de aproximadamente 6% e o Óleo de algodão subiu 3%

Redação com assessoria
Cepea/Esalq e Imea-MT
-
O Indicador CEPEA/ESALQ do algodão em pluma subiu quase 9% no acumulado de janeiro, fechando a R$ 6,9822/lp no dia 31 – no dia 20, especificamente, atingiu R$ 7,0845/libra-peso, o maior patamar nominal da série histórica.

De acordo com pesquisadores do Cepea, o impulso veio especialmente da baixa oferta no spot nacional, sobretudo de pluma de qualidade superior, que levou os compradores com maior necessidade a ceder e pagar preços maiores para conseguir fechar novos negócios.


Além disso, o suporte também veio das altas nos preços internacionais, que elevaram a paridade de exportação, mesmo diante da desvalorização do dólar.







Em Mato Grosso @ chega a R$228,32


Os preços da pluma na bolsa de NY para os contratos de jul/22 e dez/22 fechou na última sexta-feira (28/01) em ¢ US$ 116,46/lp e ¢ US$ 99,03/lp, alta de 8,64% e 7,29% em relação ao início de janeiro (03/01), respectivamente.


Já no comparativo anual, o valor da fibra é maior 50,74% (jul/22) e 37,25% (dez/22) quando comparado ao mesmo dia no ano passado.


A valorização anual é reflexo da forte demanda e dos estoques mundiais apertados. No entanto, os últimos acontecimentos geopolíticos (Rússia e Ucrânia) aumentaram a aversão ao rico dos ativos financeiros, o que pode afetar principalmente as commodities e consequentemente pressionar os preços da pluma.


Por fim, seguindo o cenário externo, os preços da paridade para os contratos de jul/22 e dez/22 em MT apresentaram alta de 50,32% e de 39,54%, na mesma ordem, no comparativo com o dia 28/01 do ano passado. 




Fonte: IMEA-MT



Na semana passada, a semeadura do algodão apresentou avanço significativo em Mato Grosso.



Com a colheita da soja aumentando o ritmo no estado e a necessidade do produtor em cultivar o maior volume de áreas dentro da janela ideal do algodão, os trabalhos nas lavouras para a safra 21/22 avançaram 28,67 p.p. no comparativo com a semana passada, alcançando 69,12% das áreas finalizadas até a última sexta-feira (28/01).


O ritmo forte empregado na semeadura contribuiu para que os trabalhos ficassem 6,03 p.p. acima do observado na média dos últimos cinco anos e 37,41 p.p. em relação à mesma semana da safra passada.


Entre as regiões de Mato Grosso, destaque para a oeste, que chegou a 59,38% das áreas concluídas, foi a mais atrasada em relação às demais.


Por fim, é importante destacar que no próximo dia 31/01 termina a janela “ideal” para o cultivo do algodão em Mato Grosso e as áreas que forem semeadas fora deste período correm maior risco quanto ao resultado produtivo das lavouras, devido ao corte de chuvas que é observado historicamente no estado. 


 
  • Conversões:
  • 1 libra-peso = 0,453597 quilo
  • De libra-peso para arroba: multiplique o preço em reais por 33,069
  • De arroba para libra-peso: divida o preço em reais por 33,069.
  • De libra-peso para quilo: multiplique o preço em reais por 2,2046
  • De libra-peso para tonelada: multiplique o resultado obtido em quilo por 1.000


 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp