28/01/2022 às 09h42min - Atualizada em 28/01/2022 às 09h42min

Preço do frango vivo segue em queda e custos com alimentação continuam em alta

Em janeiro o preço do frango resfrido recuou 11,03% nas praças de SP

Redação com assessoria
CEPEA/Esalq
-
O relatório semanal do Cepea sobre a avicultura de corte apresenta um resultado que o avicultor já está sentindo na pele, e no bolso.

De acordo com o instituto o poder de compra do avicultor paulista frente aos principais insumos utilizados na atividade, milho e farelo de soja, recuou nesta parcial de janeiro.

Os dados indicam que o poder de compra frente ao farelo de soja em SP é o menor desde março de 2021 e, em relação ao cereal, desde maio do ano passado.

De acordo com pesquisadores do Cepea, este cenário está atrelado aos fortes avanços nas cotações dos insumos, enquanto os preços do frango vivo estão em queda.

Quanto ao frango, a menor demanda pela carne em janeiro fez com que frigoríficos reduzissem a procura pelo animal vivo, o que pressionou as cotações.

De acordo com o Cepea, o preço do frango congelado recuou 10,45% em janeiro e segue cotado a R$5,83/kg no atacado, no estado de SP.
 




Já o frango resfriado recuou 11,03% em janeiro e segue negociado nas praças paulistas a R$5,81/kg.





 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp