20/01/2022 às 13h07min - Atualizada em 20/01/2022 às 13h07min

Previsão de altas temperaturas colocam em alerta produtores de peixes

O longo período de estiagem aliado às altas temperaturas que estão sendo registradas neste início de ano, tem colocado em alerta as equipes que atuam na assistência técnica da piscicultura da Copacol

Assessoria
Copacol
-
O longo período de estiagem aliado às altas temperaturas que estão sendo registradas neste início de ano, tem colocado em alerta as equipes que atuam na assistência técnica da piscicultura da Copacol, uma vez que, as previsões apontam que as temperaturas deverão ficar ainda mais elevadas nos próximos dias na região.

O médico veterinário Nilson Zgoda, faz um alerta aos produtores integrados, principalmente com relação a alimentação e oxigênio para os peixes, pois é justamente neste momento que se exige com mais frequência o uso dos aeradores, os mesmos devem ser acionados antes mesmo de o sol se pôr, caso esses manejos não sejam praticados, o risco de mortalidade é muito grande.

“O oxigênio deve ser monitorado pelo produtor, tanto no período da manhã, quanto na parte da tarde, pois durante o dia com as temperaturas acima de 30 graus, os níveis de oxigênio tendem a ficarem baixos”, lembra Nilson.




Foto: arquivo Copacol



Outro fator destacado por ele neste período, está relacionado as diferenças de temperaturas e oxigênio entre as camadas da água, que é a estratificação térmica, e para monitorar esse fator, é necessário que o produtor use o oxímetro durante os períodos mais quentes do dia, fazendo a leitura tanto na superfície da água quanto no fundo. Nilson diz que para evitar que ocorra a estratificação é fundamental que os aeradores sejam ligados no mínimo duas vezes ao dia, e permaneçam ligados por um período de 30 a 40 minutos. Esse manejo vai homogeneizar a água fazendo a desestratificação térmica.

“Com a prática desses manejos, vamos conseguir observar se podemos ou não fornecer alimentação aos peixes. Se a temperatura passar dos 31 graus é preciso suspender a alimentação, pois mesmo nessas temperaturas mais elevadas os peixes vão ingerir o alimento, mas não vão conseguir fazer a digestão e assim poderá ocorrer mortalidades”, alerta.


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp