14/01/2022 às 11h30min - Atualizada em 14/01/2022 às 11h30min

Preço do suíno vivo já recuou 15% em janeiro nos mercados de SC e MG. Já no PR e RS recuo foi de 12%

A carcaça suína especial é cotada a R$8,37 na média, redução de 13,98% em janeiro.

Emerson Luis de Mesquita
CEPEA/Esalq
AEN PR
-
Na segunda semana de janeiro a queda no preço da carne suína se acentuou ainda mais.

No mercado de Santa Catarina o preço do suíno vivo à retirar, nesta sexta, (14), é de R$4,61/kg, recuo de 15,88% em comparação com o preço praticado em dezembro.

A queda acumulada de janeiro no mercado paranaense é de aproximadamente 12,13% no preço do suíno vivo, segundo informações do Cepea. (Quadro 1)

Já no Rio Grande do Sul o suíno vivo é comercializado hoje a R$5,01/kg, também à retirar, recuo de 12,26% em comparação com dezembro de 2021.

Na praça de Minas Gerais o mesmo produto pratica o preço de R$5,58/kg, posto, apresentando um recuo de 15,21% em relação a dezembro.










Com relação a carcaça suína especial, a semana se encerra com redução de aproximadamente 13,98% em relação ao preço praticado em dezembro de 2021.

A queda foi bastante acentuada na segunda (10) e na terça, (11), com o preço saindo de R$9,21/kg e chegando a R$8,37. Conforme quadro abaixo:















O mercado segue fragilizado pelo excesso de mercadoria em todas as fases de comercialização.

E, no curto prazo, a simples manutenção das cotações aparenta ser bom negócio aos suinocultores que continuam convivendo com preços extremamente onerosos.



 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp