30/12/2021 às 12h13min - Atualizada em 30/12/2021 às 12h13min

Buscando melhorar a renda na propriedade casal de jovens agricultores investe no cultivo de flores

O casal tem no cultivo do tabaco, milho e feijão as principais fontes de renda. Na propriedade também são cultivados alimentos para subsistência da família.

Assessoria
Emater RS
Emater RS
-
A menina que seguiu os coelhos encontrou um país de maravilhas. Em Vale do Sol, quem seguir o coelho vai encontrar com a Alice no Paraíso das Flores. A propriedade dos jovens agricultores Alice e Luiz Carlos Schiefferdecker, na localidade de Boa Esperança, retrata o cuidado e o amor com que o casal cuida da filha Verônica, da propriedade, das plantações, dos animais (inclusive os coelhos) e das flores, sejam elas do jardim da residência ou da estufa para comercialização. "Gosto de flores desde criança. Quando ia a algum lugar e avistava uma flor diferente sempre pedia uma mudinha e em casa minha mãe e minha avó sempre tiveram flores", lembra Alice.

Com a grande variedade de flores cultivadas na propriedade, Alice recebeu o apoio de amigas para comercializar as mudas. "No início plantei tuias, entretanto não tive sucesso e desisti. Mas a vontade, o sonho de trabalhar com flores como forma de geração de renda sempre persistiu", comenta.

Além do sonho, a persistência e a vontade de Alice convenceu a família a apoiar o projeto. "Trabalhar com as flores me proporciona uma paz muito grande, mais pelo prazer do que pelo dinheiro. Na verdade, comecei a vender as flores para poder comprar outras espécies. Então, por meio da venda de flores, consegui o dinheiro e construímos a estufa. Hoje, a comercialização faz com que a atividade se mantenha". A família construiu em 2021 uma estufa de 30m² para o cultivo das flores, além das bancadas na área externa da estufa. "A primeira construção que fizemos foi um puxadinho' na lateral da casa, apenas para ela trabalhar em um ambiente melhor, protegido da chuva e abrigar as espécies que já existiam. Mas, a paixão dela pelas flores sempre foi maior e então construímos a estufa", lembra Luiz.

Na propriedade são cultivadas diversas variedades de suculentas, cactos e para o próximo ano a meta é iniciar o cultivo de bromélias. "Tem que estar preparado com várias espécies, agora estão em alta as suculentas, mas isso é um ciclo, logo outra estará 'na moda'", avalia Alice. Além de replicar as mudas na propriedade, o casal adquire novas variedades em empreendimentos dos municípios de Vera Cruz, Santa Cruz do Sul, Lajeado e Venâncio Aires.

As flores são comercializadas em feiras, lojas agropecuárias, floriculturas em Vale do Sol e também na região, além de pessoas que visitam a propriedade. "A ideia é aumentar a produção e cultivar as flores para participar de feiras maiores", comenta a agricultora, que procurou a Emater/RS-Ascar, para se inscrever para participar da Expoagro Afubra, feira que acontece de 23 a 26 de março de 2022 no município de Rio Pardo. "Estamos ansiosos pela confirmação da participação na Expoagro. Após a feira iremos definir se continuamos como estamos ou vamos ampliar a área de cultivo das flores", pondera Alice.

O casal tem no cultivo do tabaco, milho e feijão as principais fontes de renda. Na propriedade também são cultivados alimentos para subsistência da família. "Plantamos o máximo para não precisar comprar e também porque é mais saudável", pondera Luiz. O casal também avalia investir no Turismo Rural. "Mas isso é para o futuro. Precisa ser bem avaliado, pois as pessoas precisam ser bem recebidas e precisamos ter uma boa estrutura", frisa Alice.

A extensionista rural Social da Emater/RS-Ascar Elaine Skolaude destaca, além da diversificação das atividades produtivas, a organização da propriedade rural de Luiz e Alice. "Esta propriedade destaca-se pela organização das instalações, o capricho, o cuidado e ajardinamento dos arredores, além do saber intrínseco do casal de bem receber os visitantes", frisa a extensionista.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp