20/10/2021 às 09h37min - Atualizada em 20/10/2021 às 09h37min

Café: Preço do arábica atinge novo recorde; robusta tem forte desvalorização

Nessa terça-feira, 19, o café arábica atingiu o preço médio de R$ 1.243,54/saca

Redação com assessoria
CEPEA/Esalq
-
Os preços do café arábica subiram com certa força no mercado brasileiro nos últimos dias, e o Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6, posto na capital paulista, opera na casa dos R$ 1.200,00/saca de 60 kg desde o dia 11. Nessa terça-feira, 19, especificamente, o Indicador atingiu R$ 1.243,54/saca, nova máxima nominal da série histórica do Cepea, iniciada em 1996, e 1,2% acima do registrado no dia 13.

Segundo pesquisadores, o impulso às cotações internas vem sobretudo do avanço dos valores externos da variedade, que, por sua vez, está atrelado a preocupações relacionadas à oferta do grão, reforçadas pela notícia de que produtores da Colômbia estariam deixando de entregar parte do arábica já contratado.


 


Já para o robusta, as cotações domésticas recuaram nos últimos dias, influenciadas pela baixa nos valores externos do grão e pela retração de compradores no Brasil. Segundo colaboradores consultados pelo Cepea, as indústrias de torrefação se afastaram das aquisições devido às recentes altas dos preços da variedade.

Além disso, no campo, chuvas voltaram ao Espírito Santo neste mês e vêm auxiliando no pegamento das flores, cenário que cria expectativa de queda nos preços. Nessa terça-feira, 19, o Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 acima fechou a R$ 774,87/sc, forte queda de 58,99 Reais por saca (ou de 7,07%) frente ao dia 13. 



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp