02/09/2021 às 09h36min - Atualizada em 02/09/2021 às 09h36min

Boi gordo: preço cai e pastagem ruim limita demanda por animais de reposição

Com a queda no preço da arroba e aumento do preço do farelo de soja, relação de troca segue prejudicada.

Redação com assessoria
CEPEA/Esalq e IMEA - MT
-
Segundo Cepea, depois de atingir preço recorde em abril deste ano, quando chegou a ser negociado acima de R$ 3.200,00, o bezerro (nelore, de 8 a 12 meses, comercializado em Mato Grosso do Sul) teve média de R$ 2.851,71 em agosto, 4,1% abaixo da de julho/21 e a menor desde outubro de 2020, em termos reais (as médias mensais foram deflacionadas pelo IGP-DI).
A queda nos valores da reposição pode estar atrelada às ruins condições das pastagens, devido ao tempo seco, e aos elevados custos de produção, que desfavorecem as aquisições de novos lotes de animais. Assim, parte dos agentes consultados pelo Cepea indica que a oferta de reposição está um pouco maior que a demanda em algumas regiões pecuárias nacionais.
 
No mercado futuro, os contratos para o boi gordo referentes a dez.21 sinalizam para um cenário de preços mais estáveis. O preço médio da arroba do boi gordo para dez.21 fechou em R$ 307,29/@ no dia 27.08 (considerando o diferencial de base MT-SP de -4,88%), o que significa um leve incremento de 0,52% em relação ao preço médio de ago.21 (média do dia 2 ao dia 30).


Em Mato Grosso

O IMEA - MT aponta que entre os fatores que justificam tal cenário está a expectativa de melhora na oferta de animais, uma vez que nesse período os animais em regime de confinamento são entregues para abate. Mas é importante frisar que do outro lado a demanda se encontra como incógnita para os agentes do mercado, pois, apesar da expectativa de aumento no consumo interno, a recuperação do rebanho suíno da China segue preocupando o setor, visto o recuo da demanda de carne bovina por parte dos asiáticos. 

DIMINUIU: tendo em vista o cenário ainda de oferta, o preço da arroba do boi gordo fechou na média de R$ 299,98/@, decréscimo de 0,12% em relação à semana passada.

CAIU: o preço da vaca gorda manteve-se em queda, registrando 0,38% ante a semana passada, e fixou o valor em R$ 288,61/@, justificado também pela melhora na disponibilidade de animais.

SUBIU: com a melhora na procura de gados jovens ante a menor oferta destas categorias, o bezerro de ano apresentou elevação de 0,96% ante a semana passada.


Arroba do boi gordo x Farelo de soja 

Com a queda nas cotações da arroba do boi gordo no comparativo mensal e o avanço nos preços do farelo de soja, a relação de troca apresentou alta em Mato Grosso.

Em ago.21, o subproduto da oleaginosa apresentou incremento de 1,72% em relação ao mês anterior, com valor médio de R$ 2.205,28/t. Do outro lado, no mesmo período, a arroba do boi gordo exibiu decréscimo de 0,43% e ficou na média de R$ 300,69/@ em MT.

Essa queda foi puxada pela melhora na oferta de gado oriundo de confinamento e uma demanda doméstica retraída. Desse modo, ao analisar a relação de troca entre a arroba e o farelo de soja, o produtor precisou desembolsar cerca de 7,33 arrobas de boi gordo, um aumento de 2,12% em relação ao mês anterior.

Mas, apesar do acréscimo, a relação de troca é 17,56% menor quando comparada com ago.20, sendo entre esse período atenuada pela valorização da arroba do boi gordo no estado.

 
 

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se você é produtor rural, qual a sua principal atividade agrícola?

11.2%
5.8%
8.0%
3.6%
8.0%
31.2%
6.7%
11.2%
4.0%
2.7%
4.5%
3.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp