18/06/2021 às 10h30min - Atualizada em 18/06/2021 às 10h30min

Conheça as principais tendências que estão alavancando a avicultura ao redor do planeta

O professor David Hughes é especialista na produção animal e elencou os motivos do crescimento no consumo mundial de ovos e carne de frango

Redação com assessoria
Boehringer Ingelheim Saúde Animal
-
O professor David Hughes atendeu a Boehringer Ingelheim Saúde Animal e elencou os motivos do crescimento no consumo mundial de ovos e carne de frango
 
O consumo de ovos e carne de frango vem aumentando no mundo de forma consistente nas últimas décadas, principalmente por serem alimentos de fácil acesso, baratos e versáteis. Porém, o preço não é o único fator determinante para essa maior busca de proteína animal em todo o planeta.

A divisão de Saúde Animal da Boehringer Ingelheim global convidou David Hughes, professor emérito de Food Marketing no Imperial College, em Londres, para apontar as três principais tendências que estão alavancando a avicultura ao redor do planeta. Confira:

Procura por adjetivos
 
O professor Hughes explica que, no passado, os preços eram determinantes para o consumo de carne de frango. Citando a China como exemplo, ele explica que, nos últimos cincos anos, o mercado local mudou drasticamente. Os consumidores procuram agora produtos derivados.

Segundo ele, "frango é apenas o substantivo, e há pouca margem no substantivo. São os adjetivos que as pessoas procuram: frango caipira, de alguma região específica, frango de crescimento lento, uma raça específica, frango de dieta vegetariana, frango orgânico, frango amigo do ambiente. Em todo o mundo, os consumidores procuram adjetivos e estão dispostos a pagar por isso".

Alimentos ecologicamente corretos: uma megatendência
 
O impacto da nossa alimentação no meio ambiente traz um debate que ganha cada vez mais relevância, pelo bom desempenho que o frango apresenta neste aspecto. O Prof. Hughes acredita que isso se tornará um fator cada vez mais importante no futuro. "Algumas empresas já listam o impacto do carbono de seus produtos nas embalagens. Para o frango, com sua pegada de carbono relativamente baixa em comparação com outras carnes, essa tendência pode ser um benefício".

Menos é mais
 
O Prof. Hughes aponta para a tendência da busca por objetivos: cada vez mais, os consumidores exigirão alimentos "livres de". Sem antibióticos, sem aditivos, sem escravidão e sem desmatamento. Esses fatores sociais, de saúde e preocupações ambientais estão se tornando cada vez mais importantes para quem compra carne de frango e ovos. "E os consumidores vão esperar progressivamente que esses adjetivos 'livres de' tenham um preço de varejo normal", afirma.

As questões sociais continuarão a ser uma tendência-chave após a pandemia de Covid-19. Qualquer pessoa que trabalhe na indústria avícola deve ficar de olho nesses desenvolvimentos e se adaptar às mudanças na demanda dos clientes.

 

Qual será o futuro da avicultura?

 
"O futuro do frango parece bem definido!" aponta o Prof. Hughes. "A mudança demográfica global pode levar à abertura de novos mercados para aves. Os desafios a serem observados serão pandemias zoonóticas relacionadas a aves e ovos, a mudança social acelerada e a aceitação de substitutos de carne baseados em células ou vegetais.

No entanto, o crescimento do consumo de carne é frequentemente impulsionado pelo aumento da renda. Com as pessoas atingindo padrões de vida mais elevados, as aves continuarão em alta", conclui.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se você é produtor rural, qual a sua principal atividade agrícola?

11.3%
5.2%
8.5%
3.8%
8.5%
31.9%
6.6%
10.8%
3.8%
2.8%
4.2%
2.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp