29/04/2021 às 08h46min - Atualizada em 29/04/2021 às 08h46min

Preço continua a subir, mais suinocultor tem poder de compra reduzido frente aos preços da soja e milho

O suíno vivo em SP atingiu R$ 8,36/kg, no RS fechou a R$7,14, em SC a R$7,45, em MG a R$7,99 e PR a R$7,49

Redação com assessoria
CEPEA/Esalq - Scot Consultoria
Segundo o Cepea, os preços do suíno vivo continuam em alta em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea. O impulso vem do bom ritmo de embarques da proteína e da reação do consumo doméstico.

Na parcial de abril (até o dia 27), o suíno vivo registra média de R$ 7,03/kg na região de SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba), alta de 5,1% sobre a de março/21.

Em São Paulo, segundo a Scot Consultoria, a arroba do suíno CIF subiu 1,97%/3,23%, valendo R$ 152,00/R$ 160,00, enquanto a carcaça especial caiu 0,87%/0,85%, baixando para R$ 11,40/R$ 11,70 o quilo.

No caso do animal vivo, conforme informações do Cepea/Esalq, referentes à segunda-feira (26), houve alta de 0,72% em São Paulo, atingindo R$ 8,36/kg, avanço de 0,71% no Rio Grande do Sul, atingindo R$ 7,14/kg, aumento de 0,68% Santa Catarina, valendo R$ 7,45/kg, e de 0,13% em Minas Gerais e Paraná, valendo, respectivamente, R$ 7,99/kg e R$ 7,49/kg.


Esse movimento vem mantendo em recuperação o poder de compra do suinocultor paulista frente ao farelo de soja, importante insumo de alimentação, que, por sua vez, registra desvalorização.

Já frente ao milho, pesquisadores do Cepea alertam que o cenário segue desfavorável ao suinocultor, tendo em vista que o avanço dos preços do cereal é ainda mais intenso que o observado para o animal vivo. 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se você é produtor rural, qual a sua principal atividade agrícola?

11.3%
5.2%
8.5%
3.8%
8.5%
31.9%
6.6%
10.8%
3.8%
2.8%
4.2%
2.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp