26/04/2021 às 09h31min - Atualizada em 26/04/2021 às 09h31min

Milho: com oferta reduzida o preço se estabiliza na casa de R$100,00/sc

No norte do Paraná o milho foi comercializado a R$101,00/sc, criadores gaúchos buscam milho na Argentina

Redação com assessoria
CEPEA/Esalq
Nesta segunda, 26/04, os pesquisadores do Cepea divulgaram que a combinação de fatores como a oferta restrita de milho aliada a demanda aquecida nas vendas, vem elevando as cotações do milho desde meados de fevereiro.

Mais recentemente, o atraso na semeadura e a irregularidade das chuvas aumentaram as incertezas quanto à produtividade das lavouras da segunda safra, estados produtores como Mato Grosso e Paraná já atualizam sua projeção de safrinha para baixo, o que vem reforçando o aumento nos preços, que operam em patamares recordes reais em muitas praças brasileiras.

Entre 16 e 23 de abril, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa avançou 0,84%, fechando a R$ 98,7/sc de 60 kg na sexta-feira, 23 – recorde real da série.

CONFIRA O PREÇO NOS ESTADO DO SUL

No Rio Grande do Sul, os compradores estão buscando por milho argentino, sendo vistos negócios em Passo Fundo a R$ 97,00.

Em Santa Catarina a Epagri aponta que preços médios pagos ao produtor são os maiores em oito anos. A  média  de  preços  em março foi de R$ 80,61.

No Norte do estado do Paraná estão sendo feitos negócios a R$ 101,00 e Campos Gerais tem ofertas entre R$ 100,00 a R$ 105,00. 


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se você é produtor rural, qual a sua principal atividade agrícola?

10.0%
6.0%
8.0%
3.2%
8.4%
30.1%
6.0%
10.8%
5.2%
3.2%
5.6%
3.2%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp