23/03/2021 às 09h17min - Atualizada em 23/03/2021 às 09h17min

Oferta pequena para abate sustenta os preços no mercado do boi gordo, tendência fechar março a R$315/@ em SP

Em MT o bezerro de ano novamente apresentou alta, o preço médio ficou cotado a R$ 2.841,40/cab

Emerson Luis de Mesquita
IMEA MT / SCOT CONSULTORIA
Na ultima semana, segundo levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo, a cotação do boi gordo subiu 1,0% ou, R$3,00/@ na última sexta-feira (19/3), na comparação diária. 

A referência ficou em R$310,00/@, preço bruto e a prazo. Para os animais que atendem à exportação, os negócios ocorreram em R$315,00/@. 

A cotação da novilha subiu R$2,00/@, estando negociada em R$297,00/@, preço bruto e a vista. 

Em relação a vaca, os preços ficaram estáveis em R$281,00/@ nas mesmas condições. 

O mercado está firme, diante da pouca oferta de boiadas para abate. 

Em Santa Catarina, as cotações de todas as categorias destinadas ao abate subiram 1,2% na última sexta-feira, na comparação diária. O boi gordo foi negociado em R$286,00/@, a vaca gorda em R$265,00/@ e a novilha R$288,00/@, preços brutos e à vista.

Diferença entre preço da @ entre MT-SP diminui


No relatório semanal do Imea, no mês de fevereiro, o diferencial de preço da @ base MT-SP novamente apresentou encurtamento e fechou em -5,37% - resultado mais próximo de toda a série histórica do Imea. Em fev.20 o diferencial era de aproximadamente -9,17%.

Esse cenário foi configurado devido à valorização em ambas as praças, contudo, sendo de maior intensidade em Mato Grosso, já que a arroba mato-grossense apresentou variação mensal de +4,86% e encerrou a R$ 285,95/@ - livre de Funrural - enquanto isso, a paulista demonstrou alta de 4,39% e ficou em R$ 302,17/@, também livre de impostos.

Sendo assim, as expectativas para o próximo mês ainda são incertas, pois, mesmo com a oferta restrita nos estados, a demanda no varejo segue tímida.

• Nesta semana, o mercado da bovinocultura de corte apresentou variação positiva de 0,36% para o boi gordo e de 0,27% para a vaca gorda. Sendo assim, encerraram cotados a R$ 289,64/@ e R$ 278,12/@, respectivamente.

• No mercado de reposição, devido à menor oferta de animais no estado, a cotação do bezerro de ano novamente apresentou alta. Assim, o preço médio ficou cotado a R$ 2.841,40/cab., incremento de 1,26% ante a semana passada.

• Com a oferta restrita e a demanda limitada na ponta da cadeia, a escala de abate terminou a semana na média dos 4,07 dias, um recuo de 0,07 dia no comparativo semanal.

• Com as vendas de carne bovina em ritmo lento no varejo, o equivalente físico (EF) do atacado demonstrou queda nesta semana. Sendo assim, o indicador ficou em R$ 248,34/@, decréscimo de -0,89% em relação à semana passada. 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se você é produtor rural, qual a sua principal atividade agrícola?

10.7%
6.0%
7.7%
3.4%
8.1%
29.9%
6.4%
11.5%
4.7%
2.6%
6.0%
3.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp