24/07/2021 às 09h37min - Atualizada em 24/07/2021 às 09h37min

Aprenda como plantar berinjela - com passo a passo e dicas para plantar em vaso e canteiro

Começar uma horta orgânica em casa é uma forma excelente de fornecer alimentação saudável e livre de agrotóxicos para sua família

Emerson Luis de Mesquita
Embrapa


-

A planta é originária da Índia e foi trazida para o Brasil no século XVI pelos portugueses. Hoje a hortaliça é presença garantida na culinária árabe, oriental, italiana, mediterrânea, indiana entre outros, e é claro, caiu no gosto dos brasileiros.


No Brasil, ela é cultivada em maior escala nos estados de São Paulo, seguido de Minas Gerais e da região Sul do País.

A berinjela é um legume rico em vitaminas e sais minerais (cálcio, fósforo, ferro e fibras). É famosa por combater o colesterol, mas também previne diabetes e câncer, melhora o intestino e até ajuda a emagrecer.​



 



Originária de clima tropical e subtropical, a berinjela desenvolve-se preferencialmente em regiões de clima quente (temperatura média diurna de 25-35°C e noturna de 20-27°C) e com umidade relativa do ar de 80%. Nessas condições, pode ser cultivada durante todo o ano.

Em locais de temperatura média inferior a 18°C no inverno, o plantio deve ser realizado na primavera ou verão. As temperaturas elevadas são favoráveis na germinação e no estágio inicial de formação de mudas.

 



 

Temperatura média abaixo de 14°C inibe o crescimento, floração e frutificação; acima de 32°C acelera a maturação dos frutos e, acima de 35°C por período prolongado, inviabiliza o pólen, impede a plena fertilização e resulta em frutos defeituosos.

Aparentemente, não é sensível a variações no comprimento do dia, podendo crescer e florescer durante todo o ano. A planta chega a atingir mais de 1 metro de altura, e suas flores de tonalidade roxa são muito bonitas.

É boa sua tolerância à seca e umidade excessiva. Embora não seja considerada cultura de hábito perene, quando submetida à poda após o primeiro ano de produção, a planta rebrota permitindo novo ciclo de produção.




LEIA TAMBÉM:

Aprenda a fazer o Adubo bokashi em casa e obtenha uma excelente produtividade na sua horta

 

Aprenda como plantar repolho - com passo a passo e dicas para plantar em vaso ou na horta

 

Dados gerais

Espécie: berinjela (Solanum melongena) é da família das solanáceas, junto com o pimentão, o jiló, o tomate, e a batata.

 
Época de Plantio: A melhor época de plantio se dá na primavera, verão e até mesmo no início do outono, em locais de clima quente, pode ser plantada o ano todo.

Solo: A berinjela pode ser cultivada em diversos tipos de solos, desde os arenosos até os muito argilosos. O solo deve ser revolvido e destorroado, desenvolve-se melhor em solos de textura média, profundos, ricos em matéria orgânica, com boa retenção de umidade e bem drenados, uma vez que a cultura não tolera encharcamento.



 



Clima: Tropical e subtropical

 
Colheita: Algumas variedades podem ser colhidas em até três meses ou mais, em geral a colheita ocorre entre 90 a 110 dias da semeadura.

Área mínima: Pode ser semeada em copinhos plásticos de 200ml e após atingir 12 a 15cm ser plantadas em local definitivo, tanto em canteiros ou vasos, quanto em áreas maiores, sendo que em 1 hectare podem ser plantadas entre 150 e 200 plantas.

 
 
PLANTANDO:
 
Preparo da terra: 

- Os canteiros devem ser cavados até a profundidade de 15cm a 20cm, quebrados os torrões e catadas as pedras, raízes, cacos de telhas, entre outros.



Foto: Embrapa


- Os canteiros devem ser adubados cerca de 15 a 20 dias antes do plantio definitivo. Sugere-se incorporar ao canteiro esterco curtido de bovino (10 litros por metro quadrado de canteiro), esterco curtido de galinha (05 litros por metro quadrado de canteiro).

- Você pode cultivar as suas berinjelas em vasos, para isso escolha um vaso de no mínimo 30cm de profundidade. (Confira dicas para preparo de vasos ao fim da matéria).



Foto: 
pinterest.com

- Pode ser plantada diretamente no local permanente (vaso ou canteiro) ou em sementeiras para produção das mudas.

- No caso de plantio direto no local definitivo, caso faça um buraco de 0,5cm na terra e coloque três sementes, e lembre-se de respeitar o espaçamento mínimo de 1,20cm metro entre plantas e de 80cm entre linhas. As sementes germinam entre 7 e 14 dias após plantadas.

- Se optar por produzir as mudas, estas podem ser feitas em sementeiras ou em copinhos plásticos de 200ml. Quando a planta atingir entre 15cm a 20cm, e tiverem cerca de 6 folhas por planta, podem ser replantadas em local definitivo.

 


Foto: Diversos recipientes usados como sementeira / youtube.com

 


Em caso de replantio, deve-se observar:

a) irrigar com pouca água por 3-5 dias antes da data do transplante, para maior rusticidade das mudas;

b) irrigar o local definitivo de plantio antes do transplante para evitar estresse das mudas;

c) escolher preferencialmente dias nublados ou o fim da tarde de dias ensolarados para efetuar o transplantio;

d) não podar folhas e raízes, para evitar a transmissão de patógenos. (Embrapa 2007)

 
Adubação:

 
- A berinjela produz bem mesmo em solos de média a baixa fertilidade, desde que seja fornecido um suprimento equilibrado dos nutrientes básicos.

- Como a berinjela é uma planta que produz flor, alguns cuidados a mais são necessários. Para que as flores se formem e deem início à frutificação, a planta vai precisar de mais Fósforo (na tabela periódica, P). 

Por isso, quando as flores começarem a se formar, utilize adubos ricos em Fósforo, como cinzas de carvão, farinha de osso, etc. O adubo deve ser aplicado nas folhas ou no solo, mas nunca nas flores.
 
Estacas:

 
- Quando perceber que as suas berinjelas estão começando a aparecer, utilize um tutor/estaca para garantir que elas aguentem o peso dos próprios frutos. Você pode fazer isso com materiais da sua casa, como um cabo de vassoura, madeirinhas, fios ou arames. Assim você garante o bom desenvolvimento, mais crescimento e também evita que elas fiquem em contato direto com o solo, que pode prejudicar os frutos.


Estacas devem ter cerca de 1,20m de altura - Foto: VidaFeliz.blogspot

 
Polinização:

 
Se as flores se formaram, mas as suas berinjelas ainda não apareceram, uma das causas pode ser a falta de polinização! Para resolver e garantir frutos cheios de sabor, você pode balançar as plantas para que o pólen se solte e, com o vento, ela se polinize.

 
Preparo de vasos



Para o preparo de vasos são necessários os seguintes materiais:
 
- Vaso de no mínimo 30cm de profundidade;

- Argila, pedriscos, brita ou recicle isopor (isopor picado);

- Manta de drenagem; é um tecido utilizado para que a terra não entupa os furos dos vasos e, assim, deixe água acumulada. 

- Terra vegetal adubada, húmus de minhoca: São tipos de terras organicamente vitaminadas que permitem às plantas ficarem sempre saudáveis.

 
Passo-a-passo:



Foto: 
http://www.projetoverdejar.com/
 

1 - Lave e seque bem o vaso para colocar pedriscos, britas, argila expandida ou pedaços de isopor no fundo:

 
O primeiro passo é lavar bem o recipiente com água e sabão e secá-lo totalmente para evitar que fiquem acumulados fungos em meio às raízes. Após a secagem completa do vaso, adicione pedriscos, britas ou argila expandida como uma pequena camada para que a água drenada pela terra não fique empoçada.


2 - Adicione manta de drenagem:
 
Agora, sobre a camada de pedras, você deverá colocar um pequeno pedaço de manta de drenagem, popularmente conhecida como manta de bidim. Essa manta terá o papel de evitar com que a terra escorra pelas pedras. Caso não encontre esse tipo de tecido, improvise um filtro de café ou um pedaço de camiseta bem fina. O importante é divisar as pedras e a terra.


3 - Coloque terra sobre a manta de drenagem:
 
O próximo passo é adicionar terra sobre a manta de bidim. A quantidade deverá chegar à metade ou 60% do vaso para que exista espaço para o correto posicionamento da planta. Prefira terra orgânica que casas de jardinagem ou comércios do gênero ofereçam. De maneira geral, esse tipo de terra conta com quantidade necessária de proteínas orgânicas para as plantas.


4 - Adube o vaso:
 
Junto com a terra, adicione uma pequena quantidade de adubo, como NPK, torta de mamona, farinha de ossos ou até mesmo borra de café. Isso fará com que a terra orgânica fique ainda mais fortalecida para alimentar as raízes das suas plantas. 


5 - Plante:
 
Agora é hora de posicionar a planta no vaso. Centralize-a o máximo possível e complemente seu caule com terra até cerca de um dedo de distância para a borda do vaso. Pressione bem a terra com os dedos e firme bem o caule para que a planta não ceda para os lados. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se você é produtor rural, qual a sua principal atividade agrícola?

10.7%
6.0%
7.7%
3.4%
8.1%
29.9%
6.4%
11.5%
4.7%
2.6%
6.0%
3.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp