09/03/2021 às 09h32min - Atualizada em 09/03/2021 às 09h32min

Boi gordo: Estabilidade no início de março, em SP ficou cotado a R$305/@ em MT R$290,30/@ na média

Preço tem afetado mercado interno e levado consumidor a buscar outras proteínas

Redação com assessoria
IMEA MT / SCOT CONSULTORIA
MERCADO NACIONAL: no mês de fevereiro, os preços da arroba do boi e da vaca gorda apresentaram variações menos intensas em Mato Grosso, porém alcançaram recordes em termos nominais. Prova disso é que, no comparativo de jan.21 ante a dez.20, quando o cenário tende a pressionar os preços, a arroba apresentou aumentos significativos de 9,05% para o boi e 8,49% para a vaca.

Contudo, em fev.21, os acréscimos foram menos expressivos e a alta registrada foi de 4,85% e 5,28%, fixando-se a uma cotação média de R$ 290,30/@ e R$ 279,10/@, respectivamente, ante o mês anterior.

Dentre os principais motivos que limitaram possíveis elevações nos preços da arroba estão: a redução da demanda interna pela carne bovina no varejo – que já se encontrava tímida devido à crise do coronavírus e se agravou ainda mais com as precificações elevadas nas gôndolas – e o recuo da demanda internacional, uma vez que as exportações mato-grossenses reduziram 7,91% no mesmo período.


Nas praças paulistas, o mercado do boi gordo abriu a última segunda-feira (8/3) com estabilidade nos preços da arroba, em relação à sexta-feira (5/3).

Segundo levantamento da Scot Consultoria, o boi gordo ficou cotado em R$305,00/@, preço bruto e a prazo. Os negócios para vaca e novilha gordas ocorreram em R$282,00/@ e R$297,00/@, respectivamente, nas mesmas condições.

As programações de abate atendem em média três dias no estado.

Mesmo com o escoamento lento de carne bovina no mercado interno, a escassez de animais terminados no mercado tem sido o principal vetor de sustentação no mercado do boi gordo. A cotação atual está 1,1% mais alta que a média de fevereiro/21.

No Espírito Santo, a oferta de gado gordo está apertada, o que resulta na dificuldade das indústrias frigoríficas em manter as programações de abate.

Com isso, houve alta de R$3,00/@ para boi e vaca gordos, na comparação com a última sexta-feira. O boi gordo foi negociado em R$280,00/@ e a vaca gorda em R$270,00/@, a cotação da novilha manteve-se estável, em R$273,00/@, preços brutos e a prazo.

MERCADO INTERNACIONAL: a arroba do boi gordo tem alcançado patamares recordes ao redor do mundo e apresenta preços firmes nos últimos anos. É o caso da Austrália, por exemplo, que, entre jan.19 e fev.21, apresentou um aumento de 92,23% no preço da arroba em dólar.

Esse cenário foi pautado por questões climáticas que reduziram o seu rebanho e limitaram a oferta de animais. Em seguida estão os EUA, que, mesmo com decréscimo de 7,86% nesse período, ainda possuem o segundo maior preço em dólar, sendo cotado a US$ 67,06/@, em fev.21.

Além disso, na América do Sul, o Brasil tem alcançado mais espaço no mercado internacional. Isto porque, desde mai.20, os preços, tanto em Mato Grosso quanto em São Paulo, ficaram superiores aos preços observados em países como a Argentina – devido às atuais questões econômicas que resultaram em desvalorização cambial no país -, e Uruguai – diante da sobre oferta no mercado como reflexo do recuo das exportações no período.




 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se você é produtor rural, qual a sua principal atividade agrícola?

10.7%
6.0%
7.7%
3.4%
8.1%
29.9%
6.4%
11.5%
4.7%
2.6%
6.0%
3.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp