03/03/2021 às 09h58min - Atualizada em 03/03/2021 às 09h58min

Tomate: Oferta elevada e menores qualidade e demanda pressionam cotações

Redação com assessoria
CEPEA/Esalq
Os preços do tomate salada longa vida 3A caíram nas principais centrais de abastecimento acompanhadas pelo Hortifruti/Cepea na última semana de fevereiro.

De acordo com relatos de colaboradores, as desvalorizações estiveram atreladas à maior oferta do fruto, devido ao pico da safra de verão, à maior disponibilidade de ponteiros (há praças com parte das lavouras em final de ciclo e, portanto, gerando maior oferta de ponteiros), à menor qualidade, com tomates manchados devido às chuvas, principalmente em Caçador (SC), Carmópolis de MG e Ribeirão Branco (SP), e à menor demanda, o que é típico em fim de mês.

Segundo atacadistas consultados pelo Hortifruti/Cepea, a maior oferta é de tomates maduros e de qualidade inferior. Nesse cenário, a caixa de 18-20 kg teve preço médio de R$ 45,26 na Ceagesp entre os dias 22 e 26 de fevereiro, 18,8% menor que o da semana anterior.

Em Campinas (SP), a média foi de R$ 53,42/cx, queda de 17,8% na mesma comparação. No Rio de Janeiro (RJ), a desvalorização foi de 4,6%, para R$ 53,29/cx na última semana do mês; e em Belo Horizonte (MG), os preços caíram 18,9%, para R$ 41,56/cx, em média, na última semana de fevereiro.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se você é produtor rural, qual a sua principal atividade agrícola?

10.7%
6.0%
7.7%
3.4%
8.1%
29.9%
6.4%
11.5%
4.7%
2.6%
6.0%
3.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp