15/01/2021 às 09h06min - Atualizada em 15/01/2021 às 09h06min

Sem alterações, preços do milho devem seguir firmes no Brasil

Redação com assessoria
Safras & Mercado

Apesar do comportamento regionalizado, as cotações do milho seguem em patamares firmes nas principais praças do país. Sem produto, a movimentação é restrita. O quadro não deve se alterar no comparativo com o restante da semana.

Ontem, (14/01), no Porto de Santos, o preço ficou em R$ 82,00 a saca. No Porto de Paranaguá (PR), preço em R$ 82,00a saca. No Paraná, a cotação ficou em R$ 80,00/82,00 a saca em Cascavel. Em São Paulo, preço de R$ 82,00/85,00 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 86,00/86,50 a saca.

No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 85,00/90,00 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 78,00/80,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 74,00 – R$ 75,00 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, preço ficou a R$ 65,00/70,00 a saca em Rondonópolis.

CHICAGO

* Os contratos do milho com vencimento em março operam com alta de 0,14% neste momento, cotados a US$ 5,25 ¼ por bushel.

* O mercado volta a mostrar a volatilidade de ontem, com os contratos oscilando entre os territórios positivo e negativo.

* As atenções, agora, estão para os números de exportação semanal dos Estados Unidos, que serão divulgados às 10h30 (horário de Brasília) pelo USDA. O mercado projeta vendas líquidas entre 700 mil e 1,2 milhão de toneladas.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disqus exige que voce se registre seu site. Voce pode fazer isso a partir de Registre-se
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp